Como os ciclos de feedback de valor das ideias estão atraindo as pessoas

Tradução por Pudim

Esta é uma tradução do texto “Bitcoin’s Gravity”, do Der Gigi, publicado originalmente no dia 01 de maio de 2019.
Este artigo é publicado com a licença CC BY-SA 4.0, ou seja, copiem a vontade! (mas com os devidos créditos. Mais informações neste link https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/)

Com a palavra, o autor:

O Bitcoin é uma coisa diferente para cada pessoa diferente. O que quer que seja para você, é, sem dúvida, um fenômeno opinativo e polarizador. Existem certas ideias embutidas na essência do Bitcoin, e você pode ficar intrigado com algumas ou todas elas.

A invenção do Bitcoin e seu blockchain subjacente, que é tão mal compreendido, gerou muitos projetos, redes e comunidades. Algumas dessas redes estão em competição direta, o que resultou em conflitos intermináveis e muito debate. A raiz desses conflitos é de natureza ideológica: desacordo sobre como o mundo é e como deveria ser — um desacordo sobre ideias.

O texto a seguir é uma tentativa de explicar algumas das razões por trás dessa polarização, explorar a dinâmica subjacente com mais detalhes e ilustrar por que um número crescente de pessoas parece estar gravitando em torno do Bitcoin.

Douglas Adams

Concordando com um conjunto de ideias

O objetivo da rede Bitcoin é chegar a um consenso, um acordo geral sobre o estado do sistema. A inovação revolucionária do Bitcoin foi utilizar custos imprevisíveis para chegar a um consenso global sem depender de uma autoridade central.

Bitcoin pode ser entendido como um jogo em que qualquer pessoa pode entrar. Como todos os jogos, ele só pode ser jogado se tiver regras, certas ideias que sejam internamente consistentes. Caso contrário, não seria um jogo; seria o caos.

Maps of Meanings, Livro do Jordan Peterson.

As regras de consenso do Bitcoin são apenas isso: um conjunto de ideias, codificadas em regras de validação, atuadas por nós na rede. Mudar esse conjunto básico de ideias é semelhante a mudar o que é o Bitcoin, e a natureza descentralizada da rede torna sua mudança extremamente difícil. Não existe uma autoridade central para ditar mudanças, tornando a adoção unânime de um novo conjunto de ideias virtualmente impossível. Quem muda as regras, mesmo que pense que tal mudança seja para melhor, começará a jogar um jogo diferente, apenas com aqueles que se juntarem a ele.

Como o criador do Bitcoin disse: a natureza do Bitcoin é tal que, uma vez que a primeira versão foi lançada, o design central foi gravado em pedra para o resto de sua vida.

Sem dúvida, Satoshi tinha certas ideias em mente quando criou o Bitcoin. Muitas dessas ideias são articuladas em sua escrita, e até mesmo no bloco de gênese. Mais importante, no entanto, suas ideias centrais são codificadas nas regras de consenso do Bitcoin:

  • suprimento fixo
  • nenhum ponto central de falha
  • nenhuma possibilidade de confisco ou censura
  • tudo pode ser validado por todos em todos os momentos

Esse conjunto de ideias está embutido nas regras da rede e você precisa adotá-las para participar. Em essência, uma rede como o Bitcoin codifica um contrato social em seu software: ideias que são compartilhadas por todos na rede.

Espalhando ideias

Todas as grandes coisas começam pequenas, e o Bitcoin não foi exceção. No início, era um node, uma peça de software, uma pessoa, um conjunto de ideias. Em 31 de outubro de 2008, o white paper Bitcoin foi publicado. Dois meses depois, em 3 de janeiro de 2009, o bloco de gênese foi minerado.

“The Times 03 / Jan / 2009 Chanceler à beira do segundo resgate para bancos.”

- Bloco Genesis do Bitcoin

Demorou apenas dois dias até que uma segunda pessoa ficou intrigada o suficiente para entrar na rede. Hal Finney executou o software, conectado ao node de Satoshi, e a rede Bitcoin nasceu. Logo, outras pessoas pegaram a ideia, executaram o software e configuraram seus nós para ingressar na rede. O resto, como dizem, é história.

A rede Bitcoin é uma máquina complexa. Os constituintes da rede — parte tecnologia, parte biologia — tornam-na inerentemente difícil de descrever e compreender. Embora o que se segue não pretenda ser uma descrição completa do sistema de forma alguma, acho útil focar em algumas partes em mais detalhes. Em particular, quero me concentrar nos quatro seguintes: ideias, pessoas, código e nodes.

Ingredientes do Bitcoin: duas partes de software, duas partes de hardware.

Na camada física, a rede é composta de nodes interconectados. As regras de consenso do Bitcoin são incorporadas em seu software, ou seja, o código que está sendo executado em seus nodes. Em última análise, as pessoas estão escolhendo qual software executar, uma decisão que é moldada pelo conjunto de ideias que possuem.

A possibilidade de executar nodes autossoberanos é parte da razão pela qual as regras de consenso do Bitcoin são tão difíceis de mudar. Conforme mencionado acima, não existe uma autoridade central, nenhuma entidade em quem confiar. As mudanças devem ser adotadas voluntariamente por todos. As pessoas são livres para rodar qualquer versão do software, seja por convicção, preguiça ou desprezo.

Bitcoin é um sistema “baseado em prova criptográfica em vez de confiança”, para citar o white paper. A implicação é que você é a autoridade e deve verificar tudo por si mesmo desde o início. A partir disso, surge o consenso.

Frank Meyer, Em Defesa da Liberdade

Assim que se chega a um consenso na rede, o valor entra em ação. Que os bitcoins — ou qualquer dinheiro, por sinal — tenham valor, é em si uma ideia da qual as pessoas precisam ser convencidas.

Para o Bitcoin, esse processo demorou quase 500 dias. Quando a rede estava em sua infância, os bitcoins não valiam nada. Eles foram minados e enviados para frente e para trás entre cypherpunks curiosos. No entanto, no momento em que Laszlo trocou 10.000 BTC por duas pizzas, o Bitcoin foi de zero para um. Em um instante, a rede tornou-se valiosa de forma tangível.

Desde este momento, o seguinte ciclo de feedback de valor de ideia está em jogo:

  • O conjunto de ideias do Bitcoin — sua proposta de valor — está atraindo pessoas.
  • Essas pessoas escolhem livremente qual código executar.
  • O código selecionado é executado em nodes individuais, ditando seu comportamento.
  • Os nodes se unem à rede, conectando-se a colegas que compartilham suas ideias.
  • A rede chega a um consenso, permitindo um acordo sobre quem possui o quê.
  • O valor, por sua vez, reforça o conjunto de ideias definidas por suas regras de consenso: a corporificação de sua proposição de valor.

Este ciclo de feedback de valor de ideia, o reforço de ideias por meio da criação de valor, é o mecanismo por trás da gravidade do Bitcoin. Tudo neste ciclo influencia tudo o mais — seja software, hardware ou wetware. Esse loop é o que, em última análise, captura as pessoas e, uma vez que o conjunto central de ideias do Bitcoin é virtualmente fixo, ele tem alguns efeitos surpreendentes nos conjuntos de ideias mantidas pelas pessoas.

Campo Gravitacional do Bitcoin

Como vimos acima, o Bitcoin é um software opinativo, criando uma rede opinativa. O resultado de uma rede opinativa é que atrai pessoas opinativas.

Indiscutivelmente, a maioria dos primeiros a adotar o Bitcoin compartilhou seu conjunto básico de ideias. Como Dan Held aponta em Planting Bitcoin, Satoshi escolheu cuidadosamente o grupo inicial de pessoas: criptógrafos e cypherpunks, que entendiam os componentes técnicos dos quais o Bitcoin é feito.

Existem muitos caminhos que podem aproximar você da atração gravitacional do Bitcoin: você pode ter interesse em criptografia, segurança da informação ou tecnologias financeiras. Você pode ter certas convicções políticas ou econômicas. Você pode ser um entusiasta do ouro, um defensor da liberdade de expressão ou um especulador. Você pode precisar usar Bitcoin sem necessidade. Quaisquer que sejam as razões do seu contato inicial com o Bitcoin, há uma certa probabilidade de você ser atraído. Satoshi aludiu a essa atratividade multidimensional em um de seus e-mails para a lista de discussão de criptografia.

“É muito atraente para o ponto de vista libertário se pudermos explicá-lo corretamente. Eu sou melhor com código do que com palavras. ”

Satoshi Nakamoto

Uma maneira de ilustrar isso é visualizando um panorama de ideias. Como o número de todas as ideias possíveis é basicamente infinito, teremos que nos concentrar em um pequeno subconjunto. E já que estamos falando sobre Bitcoin, vamos nos concentrar no pequeno universo de ideias gerado perguntando o que é Bitcoin.

O que o Bitcoin?

Pergunte a três estranhos o que é Bitcoin e provavelmente obterá três respostas muito diferentes. Qualquer resposta é necessariamente moldada por experiências anteriores, crenças políticas e econômicas e uma compreensão individual do mundo. Seu conjunto pessoal de ideias, sua visão de mundo, define onde você está no cenário de ideias.

A paisagem tem conjuntos de ideias que se aglomeram: narrativas, que ajudam a explicar o que é o Bitcoin. Uma pessoa pode pensar no Bitcoin principalmente como ouro digital, concentrando-se no aspecto da reserva de valor do Bitcoin. Outra pessoa pode pensar no Bitcoin como um sistema de pagamento, com foco no aspecto de meio de troca do Bitcoin. Outra pessoa pode pensar no Bitcoin como uma forma de automatizar construções sociais mais complexas, com foco na automação de contratos e ideias semelhantes.

“Ninguém pode saber tudo. A complexidade da sociedade é irredutível. Nós nos apegamos a modelos mentais que satisfazem nossa sede de compreensão de um determinado fenômeno e nos apegamos a grupos que se identificam com narrativas semelhantes. ”

Dan Held

Essas narrativas, esses conjuntos de ideias, descrevem o que o Bitcoin realmente é — pelo menos em parte — e o que as pessoas pensam que ele é. Essas narrativas irão necessariamente evoluir com o tempo, conforme nossa compreensão do sistema e do próprio sistema evolui. Nem ideias, nem pessoas, nem Bitcoin, nem o mundo em geral são coisas estáticas. Nossas visões do Bitcoin mudaram e continuarão a mudar no futuro.

Seja o que for, o Bitcoin atua como um campo gravitacional neste universo de ideias. Se o seu conjunto de ideias se sobrepõe àquelas incorporadas pelo Bitcoin, você está bem perto de sua gravidade e é facilmente capturado. Se o seu conjunto de ideias se opõe ao do Bitcoin, você está longe de sua atração gravitacional e permanece sem atração.

O campo gravitacional do Bitcoin

Consequentemente, o Bitcoin está atraindo pessoas opinativas que compartilham certas ideias e ideais. “Pássaros de mesma pena voam juntos”, como diz o ditado. Nesse caso, muitos pássaros nerd e cypherpunks se reuniram em torno do Bitcoin mais cedo. Não é particularmente surpreendente.

O que é surpreendente, entretanto, é o efeito colateral de uma rede opinativa: ela influencia as pessoas. Uma vez que o conjunto de ideias incorporadas pelo Bitcoin é fixo, é o conjunto de ideias mantido pelas pessoas que deve se alinhar — e não vice-versa. Os últimos dez anos mostraram que o Bitcoin é muito eficaz para mudar mentes. Até agora, nenhuma mente foi particularmente eficaz em mudá-lo.

“Então o universo não é exatamente como você pensava. É melhor você reorganizar suas crenças, então. Porque você certamente não pode reorganizar o universo. ”

Isaac Asimov

Para repetir um antigo ditado: o Bitcoin nos mudará mais do que nós, como eu mesmo aprendi.

Atração e Repulsão

Mas e se o seu conjunto de ideias não coincidir com o do Bitcoin? E se você quiser mudar o conjunto de ideias do Bitcoin, (e não está convencido da futilidade desse esforço)? E se você sentir repulsa por algumas de suas ideias?

“O milagre da física de que estou falando aqui é algo conhecido desde a época da relatividade geral de Einstein; que a gravidade nem sempre é atraente. A gravidade pode agir repulsivamente. ”

Alan Guth

Se você realmente tem repulsa pelas ideias do Bitcoin, pode acabar se perdendo no espaço, juntando-se ao vazio interestelar onde os nocoiners flutuam.

Se você quiser mudar as ideias do Bitcoin de uma forma fundamental, pode acabar criando outro poço gravitacional. Isso é facilmente possível por causa da abertura do Bitcoin. Seu código-fonte aberto, estrutura de rede sem permissão e falta de organização formal de qualquer tipo permitem que qualquer pessoa copie, modifique e execute o código sem pedir permissão.

Conforme descrito acima, mudar as regras básicas do Bitcoin resulta em um novo jogo — diferente do jogo que todos os outros estão jogando. Para não jogar sozinho, você teria que convencer outras pessoas a jogarem com você. Se você quiser ter o mesmo número de pessoas com quem jogar, terá que convencer todos na rede de que seu conjunto de ideias é melhor do que o de todos os outros. E como este é principalmente um jogo financeiro, fortes efeitos de rede são muito benéficos; é do seu interesse convencer a todos.

Deixar de fazer isso criará um sistema competitivo; seja criando uma nova rede ou se separando da rede Bitcoin existente. Como todos os novos projetos são inspirados no Bitcoin, o conjunto de ideias necessariamente se sobrepõe; às vezes quase exatamente.

Nathaniel Whittemore

Como a criação de novos poços de gravidade é (a) possível e (b) relativamente fácil de fazer (copiar o código do Bitcoin, alterar alguns parâmetros, lançar a nova rede com alguns amigos), houve uma explosão de moedas alternativas nos últimos anos. Embora a maioria dessas altcoins sejam golpes definitivos, alguns tentam encontrar um nicho, atraindo pessoas que compartilham seu novo ou modificado conjunto de ideias.

Diferentes ideias são capturadas por campos gravitacionais diferentes

Ser sugado por um desses campos de gravidade — e, portanto, por um ciclo de feedback de valor de ideia — é a razão de grande parte da toxicidade que vemos no Bitcoin e em outros lugares. A ligação direta entre manter crenças (ideias) e manter ativos (valor) é um fator multiplicador que pode resultar em um entrincheiramento cada vez mais profundo.

Carl Jung

Pode-se argumentar, como fez Carl Jung em relação aos complexos, que as blockchains têm pessoas. Na raiz de cada poço de gravidade está um conjunto de idéias e um grupo de pessoas que elas possuem.

Uma vez capturada, uma diferença nos aspectos técnicos pode facilmente se tornar uma diferença nas ideologias — e vice-versa. Desistir de ideias é difícil em qualquer caso, mas se o seu patrimônio líquido estiver intrinsecamente ligado a essas ideias, torna-se cada vez mais difícil.

Órbitas e Colisões

A formação de qualquer campo gravitacional não é exatamente um percurso tranquilo. Assim como a formação estelar e planetária é violenta às vezes — sóis engolindo planetas, planetas chocando-se uns com os outros e luas sendo despedaçadas — a formação da gravidade do Bitcoin também teve alguns eventos violentos.

Pretendo explorar alguns desses eventos no futuro, mas por agora, vamos apenas reconhecer que existem outros projetos orbitando Bitcoin e que houve colisões no passado.

A versão de um artista sobre o Bitcoin e seus satélites. Fonte: KQED Science

Se todos os outros projetos serão engolidos pelo Bitcoin ou morrerão por conta própria, ou se alguns encontrarão órbitas estáveis, ainda está para ser visto. O que se observa hoje, porém, é que a maioria das redes é competitiva. Para citar Eric Hoffer: “o ganho de um entre os adeptos é a perda de todos os outros”.

O que também pode ser observado, uma vez que tem acontecido várias vezes nos últimos anos, é que os projetos que não cumprem sua proposta de valor estão perdendo rapidamente a maioria de seus adeptos e também seu valor — o primeiro devido à desilusão, o último devido às forças de mercado. O valor e a especulação sobre o valor futuro são parte integrante do ciclo de feedback do valor da ideia. Se as ideias não se materializam ou falham, o valor real (e especulativo) é perdido, o que está efetivamente matando essas ideias e as redes que as incorporam.

No entanto, enquanto as pessoas tiverem diferentes conjuntos de ideias, e enquanto um projeto na órbita do Bitcoin incorporar esse conjunto de ideias, as pessoas irão migrar para ele. Se essas ideias têm mérito, isso será decidido pelo tempo, pelo mercado aberto e, em última instância, pela realidade. Ideias horríveis não funcionam de jeito nenhum, ideias ruins não por muito tempo e soluções que não são substancialmente melhores do que o status quo não prosperarão em um mercado livre.

As melhores ideias, no entanto, podem ser descobertas pelas maiores redes e serão assimiladas, se a assimilação for possível. Se o Bitcoin puder comê-lo, ele irá comê-lo.

Alimentando-se de ideias

Como mencionado acima, o conjunto básico de ideias do Bitcoin foi fixado no primeiro dia. No entanto, isso não significa que o Bitcoin não possa ser melhorado. Ele pode e deve ser melhorado, mas tem que ser melhorado de forma que não destrua a essência do Bitcoin. Essas melhorias estão acontecendo o tempo todo, é por isso que podemos enviar pagamentos para hashes de script, ter testemunhas segregadas e podemos pagar pequenas quantias de forma rápida e barata na rede Lightning.

Valeria a pena explorar os aspectos técnicos de melhorar o Bitcoin — e a importante diferença entre um soft ou hard fork-, mas isso está além do escopo deste artigo. Sem entrar em mais detalhes no que diz respeito à natureza dessas melhorias, o Bitcoin, sem dúvida, está melhorando e, portanto, seu conjunto de recursos está mudando e se expandindo.

Em termos de atração gravitacional, isso significa que o Bitcoin está ganhando massa. O conjunto de ideias que descreve o Bitcoin está se expandindo junto com seu conjunto de recursos, potencialmente capturando mais pessoas e engolindo projetos e ideias concorrentes no processo.

A ideia de pagamentos baratos, por exemplo, ressurgiu graças aos canais de pagamento da rede Lightning. Embora ainda em seus estágios iniciais, outros projetos baseados nesta ideia perderão seu mérito se a rede Lightning for bem-sucedida em grande escala.

Privacidade é outra ideia que está na raiz de vários projetos concorrentes. Se as futuras melhorias de privacidade no Bitcoin forem bem-sucedidas (assinaturas Schnorr, rede Lightning, Whirlpool, carteiras que suportam CoinJoins), esses projetos também podem ser engolidos pelo Bitcoin.

Livro dos Números

Não estou dizendo que todos os outros projetos irão perecer, necessariamente. Mas as redes prosperam por causa dos efeitos de rede: o vencedor leva a maior parte, senão tudo.

O valor da convicção

Sempre que as pessoas estão debatendo ideias, o tribalismo é a norma, não a exceção. Seja política, esportes, iPhone x Android ou abacaxi na pizza, as pessoas se identificam com o campo que está mais próximo de suas ideias e ideais.

Embora a validade das ideias às vezes seja difícil de medir, seja porque suas consequências são muito indiretas (política) ou subjetivas e não verdadeiramente consequentes no grande esquema das coisas (abacaxi na pizza), redes como o Bitcoin vêm com uma medição direta: valor.

Embora esse valor possa ser distorcido por manipulação e especulação, é um indicador confiável e (quase) direto da convicção e da validade das ideias. Se mais pessoas forem convencidas pelo conjunto de ideias de uma rede, mais pessoas manterão seu token digital como um ativo real. E quanto mais essas ideias se alinham com a realidade, mais valor no mundo real é gerado pela rede, convencendo mais pessoas e aprofundando as convicções daqueles já convencidos.

O Bitcoin tem a maior gravidade por um motivo: ele funciona desde o primeiro dia, resolve problemas reais para pessoas reais, gerando valor real. Funciona porque seu conjunto de ideias está mais alinhado com a realidade. É valioso porque as pessoas acreditam em sua proposta de valor, e por um bom motivo: Bitcoin é a maior, mais segura e mais robusta rede para transferência de valor digital e sem permissão até o momento. E está crescendo.

Quer você já esteja convencido pelas ideias do Bitcoin ou seja diametralmente oposto a elas, o Bitcoin continuará a não se importar. Sua atração gravitacional continuará a aumentar, engolindo ideias, pessoas, código e nodes no processo.

Conclusão

Vimos que o Bitcoin incorpora um certo conjunto de ideias em suas regras de consenso e arquitetura geral. Mudar o conjunto básico de ideias do Bitcoin é virtualmente impossível, e é por isso que seu design principal está “gravado na pedra” desde o primeiro dia.

O ciclo de feedback de valor de ideia é o que cria a gravidade do Bitcoin. As pessoas que se aproximam desse ciclo de feedback têm uma certa probabilidade de serem capturadas, o que as força a alinhar seu próprio conjunto de ideias com o do Bitcoin ou “que se forka-se” [N.T.: no original fork off, brincadeira com a fuck off, algo como “saí fora”].

Entender que qualquer sistema imutável mudará seus participantes é útil para entender tanto a atração quanto a repulsão pelo Bitcoin. Já que mudar o conjunto básico de ideias não é uma opção, novos projetos que incorporam novos conjuntos de ideias são lançados, criando novos poços de gravidade no processo.

Um ciclo de feedback de valor de ideia diferente é a base para cada campo gravitacional. O tribalismo e a aversão à perda ajudam a explicar parte da toxicidade entre projetos e comunidades concorrentes, uma vez que cair em qualquer ciclo de feedback manchará a visão de mundo de qualquer pessoa capturada por ele.

Carl Jung

Tanto o mundo quanto o Bitcoin são coisas dinâmicas, tornando qualquer conjunto de ideias que temos atualmente insuficiente para uma visão permanente e completa de ambos. O Bitcoin pode mudar e muda, mesmo que sua essência seja virtualmente imutável. Não importa nossas crenças individuais, não devemos nos apegar demais a qualquer narrativa ou conjunto de ideias.

O domínio do Bitcoin não é acidental. Seu conjunto de ideias conseguiu convencer o maior grupo de pessoas, gerando, por sua vez, o maior valor. No entanto, explorar outras ideias pode ser uma coisa boa e saudável, se buscada genuinamente. O tempo e o mercado livre decidirão quais ideias se alinham com a realidade. As más ideias desaparecerão e as boas ideias serão absorvidas.

Em um mundo onde as pessoas possuem uma combinação de ideias e ativos valiosos, um ciclo de feedback que liga e reforça ambos é uma poderosa força de atração. Quer você tenha começado a sentir a atração suave do Bitcoin ou tenha sido um hodlonauta em órbita próxima, a gravidade do Bitcoin continuará a aumentar. Estou convencido dessa ideia e espero ter plantado uma semente de convicção em você também.

Alguém cansado de ler tanta bobagem a respeito de um tema importante. Este espaço será utilizado para traduções e para textos autorais

Alguém cansado de ler tanta bobagem a respeito de um tema importante. Este espaço será utilizado para traduções e para textos autorais